Após adquirir o lote, a vontade de construir o seu próprio espaço fica ainda maior, né?

Entretanto, antes, é preciso estabelecer critérios e adotar determinadas medidas, para que nada fuja do controle. Por esse motivo, trouxemos algumas orientações para que tudo ocorra bem. 

Confira três ações importantes para iniciar a construção do seu lote! 

1) As obras devem ser entregues primeiro

Primeiro de tudo, é importante saber que você só pode construir no seu lote após a conclusão e entrega oficial das obras de infraestrutura da Soma.

Além de ter a ciência de um procedimento feito pela Soma Urbanismo chamado de entrega técnica. Nela, conferimos com você as medidas e demais informações referentes ao lote.

De acordo com a gerente de projetos da Soma Urbanismo, Lineker Bis Hoffmann, em todos os eventos de entrega de empreendimentos, a loteadora apresenta e tira dúvidas dos clientes sobre toda a estrutura do lote. “Nesses eventos, nós mostramos ao cliente onde estão as ligações de água e de esgoto e tira toda e qualquer dúvida sobre regularização do lote para início das obras”, afirma. 

Após a entrega técnica, você pode começar checar as normas necessárias para começar a construir o seu lote. 

2) Normas construtivas devem ser seguidas

A segunda atitude é lembrar que as unidades em loteamentos abertos obedecem ao que é permitido pelo Plano Diretor Municipal (PDM). “As normas construtivas são as do Plano Diretor Municipal e as do Código de Obras Municipais, são essas leis que regem todo o desenvolvimento urbano da cidade, ou seja, como as casas devem ser construídas, por exemplo”, conta Lineker. 

Além disso, todos os municípios acima de vinte mil habitantes possuem o PDM. “Por isso, quando uma pessoa irá construir sua casa em um município que adota o PDM, nós orientamos que o comprador fique atento ao projeto que será desenvolvido pelo engenheiro ou arquiteto que contratará, se eles estão levando em consideração as regras da PDM”, explica Lineker. 

É importante lembrar que nos loteamentos com acesso restrito, os clientes devem, também, seguir o PDM e as normas construtivas do residencial. 

3) A construção no lote só poderá começar após a Alienação Fiduciária ou Quitação

A terceira atitude é entender que, em alguns casos que variam entre os contratos, o cliente pode fazer Alienação Fiduciária. Após a alienação, o cliente tem a propriedade do imóvel, permitindo, então, que a construção seja feita.

Nos contratos, em que não há alienação, o proprietário deve aguardar a quitação do lote, sendo por recursos próprios ou via financiamento bancário.

Também é importante saber que você não pode ocupar lotes vizinhos para fins de canteiros de obras, depósitos de materiais ou quaisquer outras finalidades sem a prévia autorização, por escrito, do seu vizinho proprietário ou do detentor de posse. 

Por último, um conselho que a gerente de projetos da Soma Urbanismo deixa com a gente, é a importância da consultoria e contratação de profissionais na etapa da construção da casa. “É importante que você contrate engenheiros e arquitetos que trabalham nesse ramo, porque eles já estão acostumados com todas as regras do PDM e conhecem todo o passo-a-passo que deve ser seguido, para que a sua família tenha uma casa mais funcional e aproveite melhor o espaço oferecido”, aconselha Lineker. 

Tendo em mente essas orientações, é só seguir em frente e erguer o seu investimento, sem maiores problemas!

Agora que você já sabe quando e como começar a construir no seu lote, entenda o que é PDM e fique por dentro das normas. Clique aqui!