No dia 14 de março, a Soma Urbanismo realizou mais um workshop sobre ESG, no Bússola Hub, em São Mateus. 

O evento, como o nome já adianta, girou em torno de iniciativas de governança ambiental, social e corporativa nas empresas, e teve uma palestra com Jessica Roese, consultora do Centro de Educação e Treinamento em Engenharia (CTE).

Ela mostrou como incorporar os princípios ambientais, sociais e de governança nos projetos da Soma, e a experiência como um todo foi bastante enriquecedora. 

Desde agosto de 2022, a loteadora, além de ter formado um comitê para lidar com essas questões e iniciativas a respeito do tema, participou de um curso que também o aborda.

E você, sabe o que é ESG, quais as vantagens para as empresas e como ele impacta no seu lote? 

É o que vamos ver no post de hoje!

Explicando ESG 

ESG é uma sigla que se refere a três aspectos importantes na tomada de decisões financeiras e de investimento de uma empresa: Ambiental, Social e de Governança (em inglês, Environmental, Social and Governance).

O A de Ambiental ou o E de Environmental refere-se às práticas e políticas relacionadas ao meio ambiente, como a eficiência energética, as emissões de gases de efeito estufa, a gestão de resíduos, o uso de recursos naturais, entre outros.

Já o S, de Social, refere-se às práticas e políticas relacionadas às questões sociais, como a diversidade e inclusão, a responsabilidade social corporativa, a saúde e segurança no trabalho e o relacionamento com fornecedores e clientes.

Por fim, o G, de Governança (ou Governance), tem relação com as práticas e políticas de governança corporativa, como a transparência, a prestação de contas, a independência do conselho de administração e a remuneração dos executivos, e vários temas afins relacionados.

A adoção de práticas ESG tem se tornado cada vez mais relevante para investidores e empresas, pois contribui para uma gestão mais sustentável e responsável, além de mitigar riscos financeiros e melhorar a reputação da empresa no mercado, como veremos a seguir.

Quais as vantagens em se adotar práticas ESG nas empresas? 

São muitas as vantagens de se adotar práticas de ESG no mercado. 

Veja algumas delas:

Maior acesso a capital

A adoção de práticas ESG pode tornar a empresa mais atrativa para investidores, especialmente aqueles que buscam investir em empresas com práticas sustentáveis e socialmente responsáveis. 

Isso pode resultar em maior acesso a capital para a empresa e em taxas de juros mais favoráveis, reduzindo os custos de captação de recursos.

Maior valorização das ações

Empresas que adotam práticas ESG podem ter suas ações valorizadas no mercado devido ao interesse crescente de investidores em empresas sustentáveis.

Além disso, a adoção de práticas ESG pode aumentar a eficiência da empresa, reduzir custos e melhorar a gestão de riscos, o que pode contribuir para um melhor desempenho financeiro e, consequentemente, para a valorização das ações.

Redução de riscos financeiros

Com o ESG, empresas podem mitigar riscos financeiros, como multas e penalidades relacionadas a práticas ambientais ou trabalhistas inadequadas.

As práticas de governança corporativa podem também contribuir para a redução de riscos relacionados à gestão da empresa, como fraudes e conflitos de interesse.

Atração e retenção de talentos

Muitos profissionais valorizam empresas que adotam práticas ESG, o que pode tornar a empresa mais atraente para potenciais funcionários e contribuir para a retenção de talentos. 

Isso pode ser especialmente relevante em setores com alta competição por talentos, como tecnologia e finanças!

Melhoria na reputação da empresa

Adotar práticas ESG pode contribuir para a construção de uma imagem positiva da empresa perante a sociedade, o que pode ser benéfico para a reputação e para o relacionamento com clientes e fornecedores. 

O ESG pode auxiliar, ainda, na criação de uma cultura corporativa mais engajada e comprometida com o desenvolvimento sustentável.

Contribuição para a sustentabilidade

Por fim, adotar práticas ESG pode contribuir para a promoção da sustentabilidade e para a redução do impacto ambiental e social da empresa, o que pode ser benéfico para a sociedade como um todo. 

Isso pode contribuir para a construção de uma reputação positiva da empresa e para a criação de um legado positivo a longo prazo.

Muito bom, não é?

ESG x Lotes

Com tudo isso, você pode estar se perguntando “mas o que isso implica no meu lote? Qual diferença faz para ele?”. 

E a gente te responde: toda a diferença!

Até porque, um lote que está localizado dentro de um empreendimento que segue as práticas de ESG pode vir a adotar políticas de gestão de resíduos, eficiência energética e diminuição do impacto ambiental. 

Fora isso, muitos clientes estão se tornando mais conscientes ambiental e socialmente, e a adoção de práticas ESG pode tornar o lote mais atraente para eles, tanto para você na hora de comprar, quanto para quem for comprar de você (caso queira comprar um lote para investir). 

Pessoas têm buscado cada vez mais empresas comprometidas com a sustentabilidade, então essa é uma tendência que veio para ficar e que é bom ficar de olho!

Para concluir, tem também toda a questão da valorização do patrimônio

A adoção de práticas ESG pode contribuir para a valorização do seu lote a longo prazo, à medida que o loteamento for crescendo e sendo povoado, e que práticas sustentáveis forem fazendo parte dele.

Afinal, como você sabe, com tanta incerteza e crise econômica, investir em um lote é um dos investimentos mais seguros de se fazer! 

Ainda mais quando se trata de uma empresa como a Soma Urbanismo, que preza por um crescimento urbano sustentável e que preconiza por boas práticas em prol do meio ambiente

Inclusive, esse assunto não termina por aqui. Se quiser mais sobre as nossas iniciativas, é só dar uma olhadinha nos conteúdos grifados acima, que falam justamente sobre isso. Temos certeza de que você não vai se arrepender. 

Até a próxima! 

Leia também: Dia do Urbanismo: veja a importância para uma cidade planejada