Engana-se quem pensa que ser corretor é apenas entender de loteamentos e imóveis e mostrá-los aos possíveis compradores. Um bom corretor precisa fazer mais, ser mais. Se você se pergunta constantemente “o que preciso fazer para ser um bom corretor?”, está querendo iniciar nessa carreira agora ou já é um corretor e quer aperfeiçoar os seus conhecimentos, esse post é pra você.

Entenda do que seu cliente precisa

Um dos primeiros passos para se tornar um bom corretor é se colocar no lugar do cliente e futuro morador do local. Quais perguntas você gostaria de fazer e que fossem solucionadas? Quais seriam suas dores? Vender, claro, é importante, mas trabalhar a empatia também. É preciso que haja uma troca entre cliente e corretor.

Deixe-o perguntar. Tudo. Mesmo as perguntas mais simples e aparentemente bobas. Converse com o seu cliente de verdade, tentando não interrompê-lo. Ouça mais do que fale, ao menos inicialmente.

É todo um sonho que está sendo colocado em questão. Nada melhor do que alguém que entenda e consiga construir esse sonho junto.

Se atualize constantemente

Não é porque você já tem anos de mercado ou não que já sabe de tudo. Isso não acontece em nenhuma profissão. Portanto, se atualize constantemente, seja conversando com outros colegas mais experientes, lendo livros de especialistas, cases de outros corretores do mercado imobiliário ou comparecendo a eventos e treinamentos da área, como o Conecta Imobi.

Na internet existem vários sites, páginas no Facebook e canais no YouTube com conteúdo voltado para o corretor de imóveis. Os portais falam de assuntos variados, de tendências de mercado a comportamento do consumidor e variação de preços do metro quadrado. Utilize isso e o Marketing Digital do mercado imobiliário a seu favor!

Estar atento ao que está acontecendo em termos de economia no Brasil também o faz ganhar uns pontos a mais. O que adianta saber de tudo do lote, todas as suas vantagens, e não saber da taxa de juros básica, por exemplo?

Atenção à postura profissional

Parece óbvio, mas não é. Postura profissional é tudo na hora de fazer um bom negócio com o seu cliente.

E isso vale para diversos aspectos. Do jeito que você se porta ao jeito que se veste. Ninguém vai querer depositar toda a confiança da casa nova em alguém que não passe uma boa impressão, não é mesmo?

É preciso saber como se portar, tomando iniciativa, tendo coragem e proatividade no tempo certo. Tente não se contaminar pela ânsia de vender logo e passar por cima dos seus colegas ou da própria loteadora ou imobiliária. Bom relacionamento pessoal e interpessoal é essencial em qualquer lugar.

Sucesso! 😉