Ao se mudar para um novo lar com um bichinho, é importante levar em consideração algumas regras, seja esse novo lar uma casa ou um apartamento.

Para manter uma boa convivência com o seu vizinho, o pet e demais funcionários que possam existir no local, é preciso, primeiramente, ter seus limites em mente.

Lembre-se que seu espaço não pode e não deve interferir no espaço do outro.

Espaços exclusivos

Outra dica é apurar com o proprietário ou com a imobiliária se o condomínio possui acessos, elevadores e espaços exclusivos, como playgrounds, para animais.

Cada um funciona de um jeito e com seu próprio regulamento interno.

Atenção aos odores e horários

Ninguém merece sentir cheiros desagradáveis no corredor ou em outros lugares públicos do prédio, não é mesmo? No supermercado ou em pequenas lojas, é fácil encontrar desodorizador de ambientes e/ou produtos voltados especificamente para os pets.

Para os filhotes que ainda estão se adaptando aos lugares corretos, uma boa opção é o repelente sanitário, que evita que eles urinem ou evacuem em locais onde a substância foi depositada.

Os horários e a política do silêncio também merecem atenção especial. Geralmente depois das 22h não pode barulho, então fique atento!

Coleira é item essencial

Na hora de sair ou mesmo em casa, o ideal é que o bichano tenha uma coleira.  Você pode personalizar o objeto com nome, endereço e outras informações que julgar relevante caso o animal se perca ou fuja de casa.

Passeios, se possíveis, devem ser feitos com frequência. Gato não precisa, mas para os cachorros dar uma volta faz, sim, toda diferença, e ajuda a evitar até o estresse.

Gostou do post? Utilize os botões abaixo para compartilhá-lo nas redes sociais e fique ligado em nosso blog para mais dicas de comportamento e convivência em casa.