Comprar um imóvel, na maioria das vezes, é garantia de um retorno financeiro proveitoso. No Norte do Espírito Santo, quem opta por esse tipo de investimento pode garantir até 60% de valorização. E isso apenas dois anos após uma aquisição imobiliária. 

Esse nível de valorização acontece por alguns fatores, que vão desde a localização do imóvel e a infraestrutura, passando pela oferta e demanda e até a acessibilidade. Entenda mais de cada um desses pontos!

 

Localização 

 

A localização é considerada um dos principais pontos para definir a valorização de um imóvel. 

Nesse fator, é levado em consideração a tranquilidade e a segurança que um morador por ter no bairro, além da proximidade com lugares estratégicos da cidade. 

 

Infraestrutura 

 

A presença de estabelecimentos comerciais e serviços que facilitam a rotina do proprietário por perto do imóvel também é importante. 

Padarias, supermercados, bancos, escolas e hospitais nas proximidades valorizam e muito o valor do empreendimento. 

 

Oferta e demanda 

 

Oferta e demanda também entram em jogo quando o assunto é valorização do imóvel. 

Se há uma alta demanda por novas moradias e o número de imóveis é menor, o preço cobrado na região pode disparar. Isso acontece ainda mais em bairros consolidados, naqueles que as pessoas querem morar. 

O contrário também acontece. Ou seja, quando há poucos compradores e muitos imóveis à disposição, os valores tendem a cair. 

 

Acessibilidade 

 

O tempo, atualmente, é um dos maiores inimigos da qualidade de vida. 

Com isso, chegar e sair de forma fácil de um imóvel pode determinar a valorização do mesmo. Logo, aquele imóvel com as melhores vias de acesso e com mais facilidade de transporte tende a sair sempre na frente. 

 

Confira as opções da Soma Urbanismo e escolha a melhor para você e toda a sua família! Clique para conferir nossos empreendimentos em Colatina, Linhares, São Mateus e Jaguaré!